Adam Bruton

VIDEO: Divaldo Lara, prefeito bolsonarista de Bagé

Divaldo Lara, prefeito bolsonarista de Bagé: According to the opposition council members, the food has been stored for months in a warehouse, while many residents are struggling to put food on their tables. The mayor’s office denies the allegations, stating that the baskets are intended for rural areas and have been distributed accordingly. The issue has prompted the council members to seek intervention from the Federal Public Ministry. Watch the video to see the stockpiled food and hear the council members’ concerns.

@luladasilva21

Prefeito bolsonarista de Bagé, Divaldo Lara, escondeu 8 mil cestas básicas enviadas pelo Governo Lula no início do ano para auxiliar a população durante o período de estiagem. #viralvideo #bolsonaro #bagé #prefeitura #governo #lula #tiktok

♬ som original – Leonardo Alves oficial – Leonardo Alves oficial

Vereadores do PT de Bagé acusam prefeito de estocar cestas básicas enviadas pelo Governo Lula

Vereadores do PT de Bagé acusam prefeito de estocar cestas básicas enviadas pelo Governo Lula

Os vereadores do PT de Bagé estão levantando acusações graves contra o prefeito da cidade, Divaldo Pereira Lara (PTB). Segundo os vereadores, o prefeito estaria estocando mais de 8 mil cestas básicas que foram enviadas pelo governo Lula no início do ano para auxiliar a população durante o período de estiagem. Essa denúncia tem gerado grande indignação na cidade, pois enquanto muitos bageenses estão enfrentando dificuldades para colocar comida em suas mesas, as cestas básicas estariam sendo mantidas em um galpão há meses.

Estocagem de cestas básicas

A estocagem de cestas básicas enviadas pelo governo é uma questão extremamente preocupante. Esses alimentos são destinados a ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade, garantindo que tenham acesso a uma alimentação adequada. No entanto, quando essas cestas são mantidas em estoque por longos períodos, elas perdem sua utilidade e não cumprem o propósito para o qual foram enviadas. É fundamental que os recursos públicos sejam utilizados de forma eficiente e transparente, garantindo que as cestas básicas cheguem às mãos daqueles que realmente precisam delas.

Denúncia dos vereadores

A denúncia feita pelos vereadores do PT de Bagé é um reflexo da preocupação com a situação da população e a utilização adequada dos recursos públicos. Ao levantar essa questão, os vereadores estão cumprindo seu papel de fiscalizar as ações do prefeito e garantir que os interesses da comunidade sejam atendidos. É importante que essa denúncia seja investigada de forma imparcial e que as devidas providências sejam tomadas, caso se comprove a estocagem indevida das cestas básicas. A transparência e a responsabilidade na gestão pública são fundamentais para garantir o bem-estar da população e a confiança na administração municipal.

Posicionamento da prefeitura

A prefeitura de Bagé se pronunciou sobre as acusações feitas pelos vereadores do PT em relação à estocagem das cestas básicas enviadas pelo governo Lula. Em nota enviada ao site Bagé 24h, a gestão municipal negou veementemente a versão apresentada pelos vereadores, classificando-a como uma “falsa notícia”. Segundo a prefeitura, as cestas básicas estão sendo destinadas à zona rural e à Defesa Civil, e já foram entregues mais de 4000 unidades, seguindo o cronograma previsto.

Negação da versão dos vereadores

A prefeitura de Bagé contestou veementemente a versão apresentada pelos vereadores do PT, afirmando que as acusações são infundadas. De acordo com o posicionamento oficial, as cestas básicas não estão sendo estocadas indevidamente, mas sim sendo distribuídas de acordo com o planejamento estabelecido. A prefeitura ressaltou que as cestas têm sido entregues à zona rural e à Defesa Civil, cumprindo o objetivo de auxiliar as famílias em situação de vulnerabilidade.

Destinação das cestas básicas

A prefeitura de Bagé esclareceu que as cestas básicas enviadas pelo governo Lula têm uma destinação específica, sendo direcionadas à zona rural e à Defesa Civil. Essa medida visa atender às necessidades das comunidades mais afetadas pela estiagem e garantir que os alimentos cheguem às mãos daqueles que mais precisam. A prefeitura ressaltou que já foram entregues mais de 4000 unidades e que a distribuição continuará nos próximos dias, seguindo o cronograma estabelecido. É importante destacar a importância de uma gestão transparente e responsável na utilização desses recursos, garantindo que as cestas básicas sejam efetivamente direcionadas às famílias em situação de vulnerabilidade.

Ação dos vereadores

Ação dos vereadores

Os vereadores do PT de Bagé agiram de forma diligente ao levantar a questão da estocagem das cestas básicas enviadas pelo governo Lula. Como representantes do povo, é papel dos vereadores fiscalizar as ações do prefeito e garantir que os recursos públicos sejam utilizados de maneira adequada. Ao levantar essa denúncia, os vereadores demonstraram comprometimento com a transparência e a responsabilidade na gestão municipal.

Visita ao local de estocagem

Para embasar suas acusações, os vereadores do PT de Bagé realizaram uma visita ao local de estocagem das cestas básicas. Essa ação demonstra o empenho dos vereadores em obter provas concretas e verificar a veracidade das informações. Ao presenciarem a quantidade expressiva de cestas básicas estocadas, os vereadores reforçaram a gravidade da situação e a necessidade de investigação para garantir que esses alimentos cheguem às mãos daqueles que realmente necessitam.

Acionamento do Ministério Público Federal

Diante das evidências encontradas durante a visita ao local de estocagem, os vereadores do PT de Bagé tomaram a iniciativa de acionar o Ministério Público Federal (MPF). Essa medida busca garantir que as devidas providências sejam tomadas e que a situação seja investigada de forma imparcial. O acionamento do MPF demonstra a seriedade com que os vereadores encaram a questão e a busca por justiça e transparência na gestão pública.

Vereadores do PT em Bagé, no Rio Grande do Sul, acusam o prefeito Divaldo Pereira Lara de estocar mais de 8 mil cestas básicas enviadas pelo governo Lula para auxiliar a população durante a estiagem. Os alimentos estão armazenados há meses em um galpão da cidade, enquanto muitos bageenses enfrentam dificuldades para se alimentar. A prefeitura nega as acusações e afirma que as cestas estão sendo entregues conforme o cronograma previsto. Os vereadores acionaram o Ministério Público Federal para investigar a retenção das cestas básicas.

YouTube video

READ  Mia Schem dead, Whats happened to leaked hamas hostage video and Mia Schem